Zizi L., Estátua Humana

Carla Silva 18.09.2016
 
A ti, Isis, gratidão por me mostrares o caminho a seguir…..
A ti, Isabel, gratidão por facilitares este trabalho….
A vós, Terras de Lyz e ao Templo da Lua, gratidão por me acolherem e me sustentarem…
A ti, fio vermelho, gratidão por te dares a conhecer, por me manteres viva e por permitires que cresça em ti e contigo.
A vós, mulheres, gratidão por partilharem comigo as vossas vivências.
A ti, Sananga, gratidão por me ajudares a ver o que preciso trabalhar.
A ti, Rapé, gratidão por me limpares
A mim, Carla, porque escolhi estar aqui.
 
Sandra Oliveira 18. 09.2016
 
Eu sou grata a esta cerimónia do Fio Vermelho.
Sou grata ao círculo, eu sou grata à Isabel por esta oportunidade e esta partilha.
Eu sou grata ao chamamento da Mãe Isis.
Eu sou grata a Terras de Lyz por esta energia, pelas terras mágicas em que existe uma paz, uma alquimia.
Foi uma experiência magnifica, nunca tinha estado num círculo de mulheres ao inicio estava receosa, e adorei esta vivência e esta partilha.
Vou começar um novo ciclo, a partir deste dia 18 de Setembro tenho a certeza que jamais serei a mesma Sandra.
Estou mais rica, consciente, consegui perceber a dor que sentia, entreguei, perdoei, amei e sinto uma profunda gratidão.
Consegui perceber que cada mulher é única cada uma tem as suas vivências, as suas dores que muitas vezes são parecidas com as nossas .
E fez-me perceber que o universo é perfeito, cada vez mais tenho esta constatação de facto.
Gratidão
Leonor 18.09.2016
 
Gratidão ao Fio Vermelho!
Chego aqui após ter terminado co caminho.
Constato que as tomadas de consciência nunca acabam.
 É então em profunda gratidão que termino mais um fim de semana intenso de trabalho, de consciência, de cura, na companhia de mulheres corajosas que caminham a meu lado.
Gratidão também a mim por reunir a coragem necessária para continuar a mergulhar cada vez mais fundo ni meu ser, apesar de todas as resistências.
Gratidão a Terras de Lyz, à guardiã destes trabalhos Isabel, e a toda a natureza que habita estas terras e que também sustenta os nossos processos.
Gratidão às minhas irmãs de caminho que sustentaram o processo de entrega/oferenda que fiz este fim de semana na Sra das Lapas.
Que este Fio Vermelho chegue aos corações / úteros de cada vez mais mulheres que sustem este chamado.
Que o projecto da manta seja também um veículo para o mesmo propósito.
Gratidão ainda por ter tido o privilégio de assistir ao nascimento destes dois lindos projectos.
Gratidão à Mãe Terra que incessantemente chama e nutre as suas filhas!
Aho!
 
Carla Ávila 18.09.2016
 
Gratidão ao meu Fio Vermelho
Gratidão ao Círculo do fio vermelho pelas tomadas de consciência: - de que a minha menina pode existir com a minha mulher – basta que a minha mulher se assuma e se posicione.
-de que em casos da vida que me tocam, falar sobre esses temas é sentir, é exorcizar, é crescer, é a oportunidade de observar e retirar aprendizagens sobre mim – permitir sentir e isso é força.
Gratidão ao meu Fio Vermelho feminino das minhas ancestras por me mostrarem o que eu não quero e o que quero – eu sou dona da minha vida, da minha história, da minha energia, do meu querer, eu supero-me face ao medo. 
Gratidão ao meu fio vermelho pelos dons da mediunidade, criatividade, sensibilidade.
- Gratidão ao meu fio vermelho – que me conecta à Mãe Terra e que ajuda a nutrir o coração da Grande Mãe.
- Gratidão ao meu fio vermelho que fez vibrar o meu coração e leva essa mesma energia ao meu útero e do meu útero ao meu coração – tenho centro em mim.
Gratidão Fio vermelho porque sou MULHER a responder ao chamado da Grande Mãe.
Gratidão círculo Fio Vermelho pelas curas e resgates.
Zizi 18.09.2016
 
Eu agradeço reconhecendo-te
Gratidão Fio Vermelho.
Reconheço o Fio Vermelho
Aquele que liga o céu à Terra.
Aquele que liga as histórias
-a minha
-a dos outros homens e mulheres
- a história do colectivo
O Fio Vermelho que circula, que flui. Que segue o seu propósito
-A Vida
Gratidão ao Fio Vermelho, que me traz até aqui... que me lembra o meu centro
Agradecendo o fio, o caminho
 
Joana Barroso 18.09.2016
 
Ao meu Fio Vermelho
Ao Fio Vermelho que une liga a todas as mulheres e vida <3
Gratidão
Gratidão por poder ser Eu na verdade, cumplicidade e intimidade deste espaço sagrado.
Por me sustentares nesta terra, não me deixares fugir da minha alma e missão aqui e agora.
Por me trazeres a energia vital
Por me guiares nas subidas e descidas de novo ao meu centro.
Pela limpeza e cura e criatividade. Por estares aí e em me permitir ver-te sentir.
Por seres matriz da teia universal.
Por me recordares que sou.
Pela Guia no caminho.
Pela abertura de percepção, de multidimensionalidade.
Por me ajudares a resgatar os arquétipos e sombras.
Por seres caminhos/raiz/Veia condutora.
Pelas visões, ensinamentos, ferramentas.
Por seres forte e flexível.
Pelo amor incondicional.
Por todas as minhas relações, 7 gerações para trás e 7 gerações para frente. Somos um círculo dentro de um círculo sem principio e sem final.
 
Carla Correia 18. 09.2016
 
Gratidão ao Fio Vermelho
O fio que sobe, o fio que desce, o fio que dentro de nós se aconchega.
O fio que faz a teia que nos sustente.
O fio que faz a teia que tece as nossas histórias, que juntas dá uma grande história.
Gratidão ao fio vermelho pela activação do meu chakra 1.
Conta a história que nós mulheres juntas em círculo tecemos as melhores magias, as melhores curas, as melhores alegrias, e assim é. O Fio Vermelho que se entrelaça e leva bem longe a minha história, que entrelaça com a tua história, que entrelaça com as nossas histórias.
Gratidão por este trabalho que me fez contactar com a minha mulher que está cá dentro, e que eu às vezes me esqueço dela.
Gratidão por juntas irmos tão longe.
Gratidão Isabel pela tua coragem em lançares um trabalho como este.
 
Texto
“Nas profundezas da Terra está o fio que origina a primeira história e a partir daqui outras histórias se vão contando, e reescrevendo vezes sem conta.
O fio vermelho acompanha todas estas histórias e vai criando a teia que sustente todas estas histórias e tomadas de consciência”
 
 
Lidia Santos 18.09.2016
 
Eu sou grata
Gratidão ao fio vermelho.
Gratidão à mulher que há em mim.
Gratidão à grande Mãe e às suas águas.
Gratidão ao fio vermelho por permitir e reconhecer as mulheres que existem em mim.
Gratidão por uma vez mais curar as feridas e sarar a minha mulher/menina.
Gratidão ao fio vermelho por dar a conhecer ferramentas para me conhecer ainda mais.
Gratidão ao fio vermelho por aparar e reconstruir o meu fio vermelho.
Gratidão às mulheres por partilharem as suas experiências e sentires das suas vidas.
Gratidão a Isis,
Gratidão à Serpente,
Gratidão às Mulheres,
Gratidão à Isabel
Gratidão a Terras de Lyz.
Liliana 18. 09.2016
 
Grata, inicialmente, a mim por permitir e confiar viver esta experiência do fio vermelho.
Grata Isabel por transmitires todos estes conhecimentos (algo que fazes  muito bem!).
Grata a todas pelas vossas partilhas e, por simplesmente, Estarem!
Grata pelas dinâmicas e medicinas utilizadas para a cura durante este trabalho.
Hoje, sinto-me leve e poderosa!!! (como já há muito não me sentia….)
A todas a minha
Gratidão
 
 
Ana Carolina 18.09.2016
 
Grata. Gratidão
À minha prontidão em responder a este apelo, ao encontro da prontidão com a oportunidade;
A todos os seres de todas as direcções que permitiram e participaram deste marco que foi o Fio Vermelho, este marco que foi o regresso ao “meu”/nosso útero, com tudo o que ele carrega. À perfeição do Universo
Obrigada
 
 
 
 
 
 
 
Beatriz Quintas 18. 09.2016
 
Gratidão ao Fio Vermelho
Sou grata
Ao fio vermelho que me conduz, que me liga ao meu coração e útero.
Ao fio vermelho que me liga ao céu e à terra , tornando consciente a ponte que se estabelece através de mim.
Ao fio vermelho que me conecta ao círculo, ao coração e útero das minhas irmãs.
Ao fio vermelho que me trás a consciência, sabedoria e me conecta toda a herança das mulheres da minha vida, as minhas ancestras.
Ao fio vermelho que me liga aos meus descendentes.
Ao fio vermelho por todas as aprendizagens feitas e desafios que estão para vir.
Ao fio vermelho por me sustentar trazer força e fluidez à minha vida.
Ao fio vermelho com que fio e confio presente em todas as minhas relações.
Gratidão
 
18.Set.2016