Joana B., Animadora Sócio-Cultura

”Hoje venho aqui honrar todas as tecedeiras que não perderam o fio, e que tomaram nas suas mãos responsabilidade de continuar o legado.
Honrar esta sabedoria que é resgatada quando nos abrimos a curar na Verdade do círculo <3 
Honrar a fertilidade da terra em mim.
Grata por este porto seguro para ancorar o meu útero e a partir de agora, o da minha filha.
Tia e comadre Isabel , a ti pilar deste ninho, Aho! <3“