Ana Sofia, fisioterapeuta

“Gracias à la vida, que me a dado tanto”

Grata à vida por me ter desafiado até aqui

Grata à Mãe que tenho

Grata ao Pai que tenho

Grata por ter apaziguado a minha menina e por ter percorrido com ela, as suas mágoas, dando-lhe agora clareza e hipótese de escolha largar a bengala.

Grata à vida por poder significar os eventos e não ficar acomodada a raivas e tristezas afinal todas fazemos o melhor que sabemos e podemos com as ferramentas que temos no momento.

Gratidão à Mãe Terra e ao Pai Céu

Por me acompanharem nesta jornada

Grata à Mãe água por levar e transmutar o que fui no que sou

Gratidão

Gratidão

Gratidão

Ana Sofia 

(Vairao, 10.12.2016)